Verdinha exótica, com flores exuberantes, essa é a Columeia Dragão! Seu nome científico é Aeschynanthus Speciosus, e é nativa da Ásia. Suas flores "incandescentes" têm a coloração de chamas, em um vermelho alaranjado muito vivo. 

Curiosamente é uma planta considerada epífita, podendo ser cultivada sobre troncos de árvores, ou também rasteira em jardins, e ainda em vasos pendentes, como é o caso dessa variedade da Flori.

Planta ideal para ambientes internos com luz natural, suporta apenas o sol mais fraco, preferencialmente poucas horas pela manhã.

A rega deve ser frequente, de 2 a 3 vezes por semana - variando conforme as condições do ambiente - intercaladas com borrifadas de água sobre as folhas. Para saber se a planta está seca ou irrigada, basta fazer o "teste do dedinho": afunde o dedo no solo por 2 cm, se o dedo sair úmido, já está molhada o suficiente; se sair seco, é preciso regar.

Para melhor desenvolvimento, adubação é recomendada, e nessa espécie indicamos fertilizantes químicos e orgânicos alternadamente. Já na prevenção de cochonilhas e outras pestes aposte na aplicação mensal de Óleo de Neem.
Cada verdinho é único, e as fotos da Flori são representativas, ou seja: nenhuma plantinha é igual a outra, pois faz parte da natureza cada plantinha ter pequenas variações, combinado?
A rega e a iluminação indicada pela Floricultura Flori são para a maioria das verdinhas dessa espécie, mas não é uma fórmula mágica, ok? Cada ambiente, estação e adaptação à nova casa pode modificar um pouco a quantidade de água e de luz, preste atenção nos sinais do teu verdinho. 

Dimensões Aproximadas:

Altura: 60cm

Largura: 40cm

Boca do Vaso: 21cm

Altura do Vaso: 12cm

Columéia Dragão

R$120,00
Columéia Dragão R$120,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Floricultura Flori Rua Felipe Camarão, 574, Porto Alegre - Atendimento de Segunda à Sábado das 10:00 às 18:00

    Grátis

Verdinha exótica, com flores exuberantes, essa é a Columeia Dragão! Seu nome científico é Aeschynanthus Speciosus, e é nativa da Ásia. Suas flores "incandescentes" têm a coloração de chamas, em um vermelho alaranjado muito vivo. 

Curiosamente é uma planta considerada epífita, podendo ser cultivada sobre troncos de árvores, ou também rasteira em jardins, e ainda em vasos pendentes, como é o caso dessa variedade da Flori.

Planta ideal para ambientes internos com luz natural, suporta apenas o sol mais fraco, preferencialmente poucas horas pela manhã.

A rega deve ser frequente, de 2 a 3 vezes por semana - variando conforme as condições do ambiente - intercaladas com borrifadas de água sobre as folhas. Para saber se a planta está seca ou irrigada, basta fazer o "teste do dedinho": afunde o dedo no solo por 2 cm, se o dedo sair úmido, já está molhada o suficiente; se sair seco, é preciso regar.

Para melhor desenvolvimento, adubação é recomendada, e nessa espécie indicamos fertilizantes químicos e orgânicos alternadamente. Já na prevenção de cochonilhas e outras pestes aposte na aplicação mensal de Óleo de Neem.
Cada verdinho é único, e as fotos da Flori são representativas, ou seja: nenhuma plantinha é igual a outra, pois faz parte da natureza cada plantinha ter pequenas variações, combinado?
A rega e a iluminação indicada pela Floricultura Flori são para a maioria das verdinhas dessa espécie, mas não é uma fórmula mágica, ok? Cada ambiente, estação e adaptação à nova casa pode modificar um pouco a quantidade de água e de luz, preste atenção nos sinais do teu verdinho. 

Dimensões Aproximadas:

Altura: 60cm

Largura: 40cm

Boca do Vaso: 21cm

Altura do Vaso: 12cm